Albergue Noturno de Piracicaba tem capacidade para receber mais de 40 migrantes

Albergue Noturno de Piracicaba geralmente aloja homens, mas também tem espaço para mulheres.(Foto: Carlos Alexandre Novaes)
Albergue Noturno de Piracicaba recebe homens e mulheres (Foto: Carlos Alexandre Novaes)

Com a proposta de oferecer hospedagem para migrantes ou “trecheiros”, como são chamados pelos funcionários, o Albergue Noturno de Piracicaba oferece espaço para homens e mulheres, e pode receber pouco mais de 40 migrantes todas as noites. Cada viajante tem direito a passar até três noites no local, podendo retornar após 90 dias. Ao chegar ao albergue, o viajante recebe roupas para dormir (pijama, chinelo e toalha) e é orientado a se higienizar com os seus próprios produtos.

No local são servidos jantar e café da manhã. Também há espaço para que os viajantes lavem as próprias roupas. “Aqui é uma casa de passagem, para passar a noite. Se necessário, o albergue paga a passagem de ônibus para a cidade mais próxima do destino”, explica Paola Santos Palmiere, assistente social. A equipe de reportagem conversou com duas pessoas, que ao contrário das demais, não apenas passaram por ali, mas também encontraram ajuda para se estrututar.

Emerson Luiz Gomes Ministiano, 25, é instalador de gás domiciliar, está há quase um mês no albergue, pois no ultimo dia de pernoite, procurou Paola e pediu ajuda. O apoio encontrado foi o que o auxiliou a conseguir um emprego com carteira assinada. Ministiano quer alugar um quarto e fixar residência em Piracicaba. “A Paola é uma benção, ela foi o meu alicerce, não dá vontade de ir embora daqui”, conta sorrindo. “Comecei a acreditar em mim, após o pessoal daqui me ajudar e acreditar na minha capacidade”, completa o instalador.

Rafael Pinto de Azevedo, 48, está desempregado. Passou três noites no albergue, mas pediu ajuda para ficar mais um tempo, pois tinha uma oportunidade de emprego na cidade. “Estou aqui provisoriamente, até me estabelecer. Gostei muito da cidade e das pessoas. Não gosto de ficar rodando de cidade em cidade”, diz Azevedo. Como Ministiano e Azevedo, a maioria das pessoas que se acomodam no albergue tem o cadastro por ter se alojado há mais de 90 dias.

Para oferecer toda a assistência necessária para os migrantes, o albergue conta com equipe formada por um assistente social, dois monitores e dois prestadores de serviços gerais. Para mais informações ou mesmo doações, principalmente de roupas masculinas e comidas não perecíveis, o telefone é 3422-4181. O albergue está à disposição dos migrantes, das 17h às 6h.

Share

Um comentário em “Albergue Noturno de Piracicaba tem capacidade para receber mais de 40 migrantes

  • 24 de fevereiro de 2015 em 22:55
    Permalink

    estou a prura de luiz mendes da silva

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*