Associação Cirurgiões da Alegria anima pacientes de hospitais em Limeira e região

Post By RelatedRelated Post


Quando se tem um sonho é necessário correr atrás, fazer acontecer. Foi assim que Eliseu Pereira, encerrou as atividades de sua empresa de tapeçaria e criou em 2006 a Associação Cirurgiões da Alegria na cidade de Limeira-SP, cujo o objetivo é realizar trabalhos em hospitais, com a atuação de palhaços profissionais que animam e alegram os pacientes. Eliseu conta que sempre gostou muito de tocar violão para os amigos, em uma ocasião, recebeu convite de uma amiga para participar do projeto de palhaços voluntários da Santa Casa de Limeira. Denominado “Grupo Libertadores do Riso”, o grupo conciliava a arte da música com a “arte da palhaçada”, ele não pensou duas vezes e aceitou a proposta. E se encantou com o trabalho. “Realizando os trabalhos voluntários, eu descobri que sou palhaço, e meu sonho passou a ser viver disso”, conta. Após encerrar um projeto também voluntário no hospital Mário Gatti, em Campinas, decidiu transformar sua tapeçaria na sede dos “Cirurgiões da Alegria”, a associação foi criada no dia 18 de outubro de 2006. A sede fica em Limeira, mas os trabalhos também são realizados em outras cidades da região, como Campinas.

Pelo menos uma vez por semana, o elenco da Associação, que é formado por: Eliseu Pereira, o cirurgião Gaguelho, Tiago Abad, o cirurgião Acerola e Guilherme Figueiredo, o cirurgião Figuerino, realiza visitas em hospitais particulares e públicos em Limeira e região. Criam um ambiente positivo e alegre aos pacientes hospitalizados. As visitas são feitas em duplas, para não causar muito barulho dentro dos hospitais. Dessa forma, é feito um revezamento no elenco.

Para fazer parte do elenco, é necessário passar por um rigoroso processo seletivo e capacitação de seis meses. Ao ser questionado sobre a “burocracia” para se tornar um palhaço da associação, Eliseu explica que, este tipo de trabalho em hospitais é muito complicado, sendo necessário todo um processo antes da entrada no hospital. “Um artista de rua, por exemplo, fala alto para o seu público ouvir. Se ele quiser se tornar um artista de hospital, precisará mudar essa característica e falar baixo, pois não pode fazer muito barulho em um hospital”, explica Eliseu.

Tiago Abad, que além de fazer parte do elenco de palhaços, é psicólogo, explica a importância da psicologia no desenvolvimento do trabalho da associação. “É muito importante pois o bem-estar emocional do paciente é imprescindível para sua recuperação e os Cirurgiões da Alegria contribuem com isso”, conta Tiago. Ele afirma também usar mais seu lado de palhaço do que de psicólogo no trabalho dentro do hospital, mas que os dois lados podem se unir em vários momentos.

O trabalho realizado pela equipe tem muita importância no contexto social. Na página da web da associação, muitos pacientes relatam a satisfação de terem recebido a visita dos Cirurgiões da Alegria enquanto estavam hospitalizados.

Os Cirurgiões da Alegria são uma associação sem fins lucrativos, porém, toda a parte administrativa e a equipe de palhaços são profissionais. A maioria dos recursos da empresa é provido de doação de microempresas, através de leis de incentivo, mas também é possível realizar doações no site www.cirurgioesdaalegria.org.br. A sede da empresa localiza-se na rua Manoel Tolêdo Arruda, 276 – Jardim Nova Europa, em Limeira-SP e funciona das 8h às 18h, aberto para visitas.

Vinicius Chinellato.

Share

Vinicius Chinellato

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*