Blues, Pacto Demoníaco e Robert Johnson

Robert Johnson

Conhecido como o maior Blues Man da história, Robert Johnson viveu    apenas 27 anos, uma vida cercada de mistérios gravou apenas 29 musicas e foi inspiração para grandes nomes do blues, jazz e rock.

Pouco se sabe realmente sobre a vida desse magnífico musico, ficou conhecido por seu possível pacto com o demônio em uma encruzilhada, onde teria vendido sua alma em troca do sucesso de suas musicas. As canções Crossroads Blues e Me And The Devil Blues alimentaram o mito pelo conteúdo da letra. Johnson foi da época onde o blues era ditado por ser musica do diabo pela igreja. Mas a versão conhecida é que teria sido envenenado ao tomar um uísque, preparado pelo dono do bar que diz que Robert teria azarado sua mulher, recuperado no fim morreu de pneumonia em 1938.
Existe uma linha única de influencia entre Robert Johnson e o rock, inspiração de muitos, suas musicas tem ultrapassado gerações e encantado desde Mick Jagger e Keith Richards, Rolling Stones a Eric Clapton, que gravou um disco inteiro de suas canções e sua musica permanece viva na voz de grandes interpretes e bandas como Led Zeppelin, The Blues Brothers, Red Hot Chili Peppers e The White Stripes.

Johnson

Alguns filmes são baseados e inspirados em sua história como Crossroads, A Encruzilhada de 1986, e a série Supernatural que em sua segunda temporada no episódio 8; O Blues da encruzilhada também refere-se a Johnson.
Pacto ou não a música de Robert Johnson é imortal e permanece viva até os dias de hoje.

 

 

 

 

 

Share

Thais Nascimento

estudante do segundo semestre de Jornalismo da UNIMEP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*