Com dez meses de atraso, viaduto fica pronto em Limeira

Atualmente, pela Av. Comendador Agostinho Prada, passam cerca de 12 mil veículos/dia.

O viaduto Prefeito Paulo D’Andrea em Limeira foi liberado na manhã da sexta-feira, 12 de outubro, com dez meses de atraso. Ele liga os dois extremos da Avenida Comendador Agostinho Prada sobre a Via Antônio Cruañes Filho. A liberação aconteceu depois da cerimônia oficial que aconteceu por volta das 9h30.
As obras tiveram início em dezembro de 2010 e tinham a data inicial de entrega prevista para dezembro de 2011. Mas, segundo a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, por motivos de chuva e ajustes de projeto, as obras não puderam ser concluídas na data estipulada. E assim, aconteceram diversas prorrogações para junho deste ano e posteriormente setembro.
Durante a semana foram realizados os últimos ajustes do viaduto, na quarta-feira, 10, foi concluída a pintura de sinalização, e a iluminação já estava em funcionamento.

A obra deve diminuir o tráfego na rotatória da Avenida Lauro Correia da Silva, já que os bairros daquela região (Jardim Nova Europa, Ouro Verde, Graminha, Aeroporto, Florença, Stahlberg, Colina, Santa Amália) poderão utilizar o novo viaduto para acessar o centro da cidade. “Trata-se de um viaduto que vai ajudar o fluxo de trânsito de regiões mais afastadas para a região central – e vice-versa”, explica o Prefeito Orlando Zovico.

Segundo a Secretaria dos Transportes, antes da inauguração do viaduto, passavam pela avenida Comendador Agostinho Prada cerca de 12 mil veículos/dia. A expectativa é de que este fluxo aumente.

.
Viaduto já tem dois radares instalados, com limite de 50 km/h.

Foram gastos R$ 15,8 milhões em todo o projeto e tem sito alvo de reclamações dos munícipes pela Rede Social Facebook, por não possuir passagem para pedestres e ciclistas. Em resposta as queixas dos moradores da cidade, o secretário de Obras Dagoberto Guidi, assume que foi um erro no projeto e que “já há estudos para a construção de uma passarela ao lado do viaduto para a passagem dos pedestres”.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*