Crítica com muito humor

O 40° Salão Internacional do Humor de Piracicaba, que abriu suas portas no último sábado, 24 de agosto, e vai até o dia 20 de outubro, prova que é possível misturar humor e realidade. Com 442 trabalhos expostos, divididos entre cartuns, caricaturas, charges e tiras, o que chama mais a atenção na exposição é a forte crítica social.

De acordo com diretor do salão e também cartunista, Eduardo Grosso, a função do desenho de humor é refletir sobre o que acontece na sociedade. Ele ainda completa dizendo que sem a crítica, a exposição perde o sentido. “Sob a ótica do humor a crítica fica mais acessível, isso é básico para um bom cartunista”, explica. No salão é possível encontrar desenhos que tratam de assuntos recentes não só no Brasil, mas no mundo inteiro.

Um tema que foi muito usado foram os protestos realizados no país durante o mês de julho, nos quais a população foi às ruas para exigir melhorias. A presidenta Dilma Rousseff também não foi poupada, na exposição nota-se, sempre com humor, fortes críticas a ela. Nem o esporte conseguiu escapar dessas críticas. O tema do salão é o futebol. Alguns cartuns, por exemplo, criticam o padrão Fifa, no qual tudo é mais caro, e o dinheiro gasto para a Copa do Mundo, enquanto nada é feito para a melhoria da saúde transporte e educação.

Os visitantes também encontram, em exposição paralela, cartazes que mostram como foi a política nos últimos 40 anos. Nessa exposição, muito bem humorada, exibida pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra os fatos mais importantes ocorridos nos últimos anos.
SERVIÇO:

Horários de funcionamento

– Terça a quinta das 14h às 18h

– Sexta-feira das 10h às 18h

– Sábado e domingo das 10h às 20h

– A entrada é gratuita.

crítica ao padrão Fifa (desenho de José Antônio Costa)
Cartum de José Antônio da Costa faz crítica ao preço do jogador de futebol (Foto: Julia Godinho)
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*