Descaso com asfalto prejudica moradores da Vila Zanin em Conchas

Post By RelatedRelated Post

IMG0003M

Rua Catarina Daher de Simone, uma das principais vias de acesso ao bairro. (Foto: José Luiz Zuliani Junior)

Os moradores da Vila Zanin, bairro da zona norte de Conchas, convivem com um problema de infraestrutura urbana em suas ruas. O bairro, que sofreu processo de urbanização no final dos anos 80, conserva até hoje a pavimentação asfáltica original da época, que atualmente está demonstrando sinais de desgate devido ao tempo e a sua má conservação. Jamais houve um processo de recuperação parcial ou total do asfalto por parte da prefeitura.

O bairro é uma das principais vias de escoamento da produção de frangos para corte, advinda das granjas da zona rural do município, portanto o tráfego de veículos de grande porte é intenso, o que acaba colaborando para o agravamento da situação. O asfalto ruim prejudica também os avicultores, como Maurício Bertim, para quem a má conservação das vias acarreta prejuízos financeiros para a produção: “A situação da rua acaba refletindo na ponta do lápis no final do mês. Não há caminhão que resista a uma situação dessa. Não tem como passar um mês inteiro sem dar problema”, disse Maurício.

Mas não é só a ligação entre zona rural e urbana que sofre com esta situação. Moradores de outras ruas que não têm ligação direta com o tráfego de caminhões sofrem não só com pontos específicos de má conservação, mas também com problemas em toda a sua extensão. É o que relata Carlos Cassemiro, morador da rua Florêncio Costa, uma das ruas com estado mais precário: “Não adianta. Depois que isso aqui tudo foi legalizado, transformado num bairro de verdade, tudo isso foi esquecido pela prefeitura. Virou um bairro fantasma esquecido do resto da cidade, tudo largado.”, declarou Carlos.

Procurada pela reportagem para esclarecer sobre o estado de conservação ou medidas preventivas ou permanentes de recuperação das vias, a Secretaria de Obras de Conchas não se manifestou.

Share

José Luiz Zuliani Junior

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*