Em seis anos, ônibus em Piracicaba ficou 30% mais caro

Nos últimos seis anos, o transporte público de Piracicaba teve reajuste de 30% em seu valor. Hoje são pagas tarifas de R$ 2,60 e R$ 3,00 e em 2006 a passagem custava R$ 2,00.

Kleiton usa o transporte público e reclama que o preço está caro. Foto: Acervo pessoal

O site da prefeitura mostra que os reajustes vêm sendo feitos com uma periodicidade de 12 a 14 meses, sempre com a promessa de melhorias.
O aumento representa em média um reajuste anual de 5% o que é inferior às variações da inflação que no mesmo período foi de 5,37%, segundo dados do Banco Central do Brasil.
Em 2011, ano do último reajuste, a prefeitura comunicou o aumento de 21 mil quilômetros nos trajetos percorridos pelas linhas, aumento de mais 25 carros na frota de ônibus que passou a ser de 264 e a criação de seis novas linhas que atenderão diferentes bairros.
Atualmente 2,8 milhões de passageiros usam o serviço por mês, o que representa uma média de 933 mil por dia.
Os preços do transporte variam na cidade dependendo da forma da compra, se for no terminal o bilhete custa R$ 2,60 e nos ônibus R$ 3,00.
Guilherme Caetano não concorda com a variação dos preços.  “Acho errado, deveria ser um só. Isso nos confunde” disse ele que usa frequentemente o ônibus.
Kleiton Gomes comenta que acha cara à passagem. “Acho cara, pois uma pessoa que recebe salário baixo para sair de casa com uma família vai gastar bastante com a compra dos passes” disse.
Em outras partes do Brasil, existem tarifas mais caras, como em Florianópolis (R$ 2,90), Campo Grande (R$ 2,85), Porto Alegre (R$ 2,85), Manaus (R$ 2,75), Rio de Janeiro (R$ 2,75), Cuiabá (R$ 2,70), e  São Paulo (R$ 3,00).  Brasília é a capital em que a passagem é a mais barata do país e custa R$ 1,50.

Share

Júnior Cardoso

Estudante de jornalismo pela UNIMEP (Universidade metodista de Piracicaba), Junior Cardoso é colunista televisivo, jornalista, presidente e fundador do PiraNOT. Começou a escrever para sites desde 2008, onde teve passagens por grandes sites de noticias e programas de televisão regional onde comanda semanalmente um quadro sobre os bastidores da televisão Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*