Exposição sobre história brasileira discute o futuro

1-DSCN7867

Exposição retrata a história do Brasil (Foto: Camila Angelocci)

A mostra Brasil, Passado e Futuro — A Construção de Uma Nação, exposta de 26 de outubro a 22 de novembro, no Engenho Central, em Piracicaba, propõe um mergulho ao passado e contribui para uma discussão sobre o futuro.

A exposição, realizada pela Cultura Invest por meio da Lei Rouanet, é composta por multimídia, cine documentário e apresentação teatral (que ficou em cartaz até 13/11). A mostra passou por São Paulo em agosto e Curitiba em setembro e outubro.

O projeto tem como objetivo “promover um diálogo cultural com o público, proporcionando um espaço para reflexão, de maneira que informação e conhecimento sejam trocados de forma crítica”, informou a assessoria da produtora. “Ao invés de somente expor fatos, a questão central do projeto é ampliar o conhecimento sobre a cultura brasileira”, pontuou.

O espetáculo teatral “Relatos de Uma Nação”, complemento da mostra, é um misto de improviso e drama que conta a história do Brasil em retrospecto, com 50 minutos de duração. Já no Cine Futuro, um documentário de dez minutos composto por depoimentos de brasileiros integra a exposição.
Segundo a coordenadora de produção, Raquel Fortes, é necessário que a população entenda as
mudanças ocorrentes no Brasil. “É de absoluta importância que cada cidadão entenda quais são suas raízes, que fatos marcaram sua história, e como estes refletem no presente”, afirmou.

Foto 2

História mostrada cronologicamente (Foto: Camila Angelocci)

Fortes também citou a experiência vivida durante as filmagens do documentário “Pensando no
Futuro – De Onde Estou” e dos demais vídeos relacionados ao futuro na exposição.  “Pudemos refletir sobre o que cada pessoa espera de seus próprios futuros, o que sabem sobre as outras regiões do país, como enxergam o Brasil, seus problemas e virtudes”, ressaltou.

Para Raquel, a exposição é importante para “esclarecer como foi o nosso passado e despertar uma reflexão sobre onde queremos chegar e, acima de tudo, como podemos chegar”.

Focando no público de jovens estudantes, a mostra visa ampliar a participação e o censo crítico dos jovens para o desenvolvimento do país, considerando a diversidade e dimensão cultural quando pensamos no exercício da cidadania.

Para a educadora Suzane Lindoso, a maior importância da mostra para a educação dos jovens é por retratar a história brasileira. “A forma como a exposição foi organizada, cronologicamente, nos faz viajar no tempo. O embasamento teórico e as diversas linguagens atraem a atenção e nos estimula a ler, a assistir, a ver as imagens, a ouvir os trechos narrados. Enfim, um mergulho na História”, completou.

Foto 3

Mural de mensagens finaliza a mostra (Foto: Camila Angelocci)

Share

Camila Angelocci

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*