Festival Curto Circuito destaca Palco Graffiti

Discotecagem, breakdance e basquete 3×3 foram algumas das atrações do festival que aconteceu no ultimo domingo (24), no Sesc Piracicaba, assim como a mostra de graffiti que reuniu grafiteiros da região para demonstrarem sua arte ao público presente.

“O evento é uma oportunidade de mostrarmos um pouco do nosso trabalho para que acompanhem de perto e tirem da cabeça essa ideia de marginalizar a cultura do grafite”, disse Luiz Phelipe Pezzatti, um dos artistas que participou da mostra.

Luiz Phelipe Pezzatti no graffiti (Foto: Daiany Oliveira)

Pezzatti contou que decidiu seguir como artista por gostar muito da arte do graffiti e por ter se inspirado em artistas da cidade como o Rodrigo Gomes, que também participou da mostra, mas que, durante seus dez anos no graffiti, Pezzatti não tem tido muito apoio da cidade. “A cultura do hip hop em geral não é muito valorizada. Nós do graffite, por exemplo, temos muita dificuldade ao sairmos pelas ruas e pedir autorização para pintarmos”, relatou.

Gomes explora de outras técnicas além do graffiti, há 30 anos, e a sete possui um estúdio de tatuagem.  “Há algum tempo, Piracicaba não tinha muitos grafiteiros. Eram mais as gangues que usavam da arte para marcar seu território. Atualmente, o artista até assina a arte com seu nome” contou.

Rodrigo Gomes nos toques finais da arte (Foto: Daiany Oliveira)

Festival

O Sesc junto a Batalha Central de Piracicaba foram os idealizadores do projeto “Curto Circuito” que teve o intuito de reunir os hip hopers da macrorregião de Piracicaba para partilharem experiências e construir unidade no interior. O festival ocorreu durante todo o dia e foi encerrado com show do rapper Edi Rock, integrante do grupo Racionais MC’s.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*