Folclore brasileiro é relembrado na Semana SENAC de Sustentabilidade

Post By RelatedRelated Post

O SENAC de São Paulo promoveu na semana de 24 a 29 de agosto uma programação especial com o objetivo de discutir comportamentos e atitudes sustentáveis. A Semana SENAC de Sustentabilidade trouxe palestras e teatros em vários horários do dia, todas mesclando assuntos do cotidiano com o tema da edição deste ano “Vire a sua cidade – eu-cidadão e a busca por uma cidade melhor!”.

O teatro “O Folclore Brasileiro e a Importância da Preservação do Meio Ambiente”, realizado pela companhia Água Mágica Produções Artísticas, aconteceu no dia 27 de agosto. Foram brevemente relembradas as histórias de três personagens do nosso folclore – Iara, Saci e Caipora – e de maneira interativa com o público, foi abordada a importância da preservação do meio ambiente.

A companhia está localizada na cidade de Campinas e, segundo o site do SENAC, realiza peças voltadas ao resgate cultural da sociedade, espetáculos infantis e contação de histórias. O próprio cenário da peça remetia ao tema da semana: itens que seriam descartados, ou seja, que iriam virar lixo acabaram virando objetos para a decoração do ambiente.

IMG_1021

Cenário da peça “O Folclore Brasileiro e a Importância da Preservação do Meio Ambiente” – Foto: Mariana Villiotti Vale

Para o elenco, a abordagem do folclore nas escolas restringe-se muito a agosto, mês em que é comemorado: “ainda existe pouca abordagem, pouco conhecimento sobre o assunto. Poderia ter um investimento muito maior, até porque as nossas lendas trabalham questões muito importantes para a natureza, mas o processo ainda é bem tímido”, contou a diretora da companhia, Maibí Mascarenhas.

A apresentação aconteceu no pátio do SENAC de Campinas e contou com a participação de estudantes, visitantes e conhecidos da companhia. Interagindo com o público durante os 45 minutos e mesclando temas da modernidade como: Instagram, selfie e canais de talkshow pela internet, a peça foi bem animada e engraçada. A opinião do ator Yvan d’Oliveira também foi positiva: “todos nós gostamos bastante dessa peça, porque conforme temos a reação da plateia a gente vê que o trabalho está sendo cumprido e temos um retorno, o que é gratificante”.

IMG_1027

Personagens Caipora, Iara e Saci durante a apresentação da peça – Foto: Mariana Villiotti Vale

O objetivo da Semana SENAC de Sustentabilidade foi a conscientização das pessoas. Com esse intuito, os personagens da peça questionaram o público sobre temas como reciclagem, desmatamento e o descarte correto de pilhas. “A gente consegue trazer pra dentro do assunto do folclore a preservação da natureza, através de uma linguagem que está na mão de todo mundo”, comenta a diretora. A atriz Paula Nunis completa: “para a própria preservação, a tecnologia está super em cima. Como é comentado na peça, existem mesmo programas de rastreamento de desmatamento (…) porém, as pessoas não se envolvem muito nesse tema por puro comodismo”.

Sustentabilidade não é um assunto fácil de ser tratado, porém, a peça da companhia Água Mágica Produções Artísticas conseguiu abordar estes assuntos sérios de uma maneira divertida e dinâmica. No final, uma frase marcante dita pela diretora Maibí Mascarenhas termina a peça e ganha muitos aplausos do público: “não basta lembrar do folclore só no mês de agosto, assim como não basta economizar somente durante a crise hídrica”.

Share

Mariana Villiotti Vale

Estudante de Jornalismo, UNIMEP

6 COMENTÁRIO

  1. Texto muito bem escrito sobre um tema muito importante. A peça deve ter sido interessante!

  2. Parabéns, Mari! Ótima estreia! Sucesso!

  3. Gostei do texto, bem escrito. Tive o prazer de assistir essa peça. Bons atores. Precisamos pensar que as futuras gerações dependem de nossas ações de hoje. Parabéns a todos.

  4. PARABÉNS, Mariana pelo texto!!!!!

  5. Muito bom, Mari!

  6. Excelente matéria, Mariana! Agradecemos a cobertura do evento e desejamos muito sucesso na carreira! Conte conosco sempre que precisar. Abraços!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*