Gravidez na pandemia, a adaptação do “novo normal”

A COVID-19, como todos sabem, afetou a vida das pessoas, muitos precisaram se adaptar ou até se reinventar em meio à pandemia, para se acostumar com o “novo normal”. Ter um filho já era complicado antes, como por exemplo, precisar sair rapidamente para o hospital suportando as dores do parto.

 Em meio à pandemia essa complicação se tornou ainda maior, além da tensão para chegar ao hospital depressa, a nova mãe tem que tomar uma série de outros cuidados para preservar sua segurança e a do bebê contra o coronavírus, o que gera ainda mais ansiedade.

Conheça a seguir a história de Laura Rosada, de 20 anos, que teve sua filha Chloe em meio à pandemia e teve de tomar todos os cuidados pensando na prevenção, tanto no período de gestação, quanto no hospital e a adaptação em casa. Rosada também destaca uma das maiores dificuldades manter sua saúde mental boa e as maneiras que ela utilizou para conseguir este feito.

Além disso, Rosada também conta como foram às adaptações do hospital, as visitas em casa e as consultas necessárias com a filha em meio à pandemia. Chloe nasceu no hospital “Fornecedores de Cana” de Piracicaba, no dia 14/06/2020, nesta época os casos de Covid-19 estavam numa crescente no Brasil e em Piracicaba.

Por conta disto, a entrevistada diz ter tido receio por ter a filha no meio da pandemia, acompanhe a seguir no vídeo. Devido a COVID-19, na entrevista presencial, foram tomados todos os cuidados possíveis, como: Uso de máscara, álcool em gel e a higienização de equipamentos. Encontramos dificuldades em realização de algumas imagens devido a entrevistada ter ficado um período de isolamento.

Confira o vídeo completo em nosso Instagram, @Pandemiahistorias, através do link: https://www.instagram.com/tv/CIii-cNDC6d/?igshid=1ifqjjlpvsrp1

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*