Grupo teatral de Piracicaba quebra censura dos palcos

por / 25 de maio de 2016 Cultura sem comentários

Post By RelatedRelated Post

O Coletivo Peneira, fundado em 2015, estreou no dia 2 de abril o primeiro espetáculo montado “Aurora de lugar nenhum” a partir de textos escritos pelo dramaturgo Denilson Oliveira. A peça ocorreu durante todo o mês de abril, se apresentando nos finais de semana às 19h e às 21h, na Casa Amarela, na rua XV de novembro, 509, no Centro de Piracicaba, com limite de quinze pessoas por sessão.

Dafni Fernanda interpreta uma garota de programa na peça

Dafni Fernanda interpreta uma garota de programa na peça – Foto: Lara Marangoni

A montagem se destaca pelo teor pesado das cenas extinguindo a censura e dando ênfase à justiça feita pelas próprias mãos. “O objetivo da peça é realmente demonstrar o drama”, relatou Magna Eliez, atriz do Coletivo, que relembrou outras peças escritas por Denilson, como “Sobre a terra que arde”, que demonstra sua especialidade na dramaturgia.

O elenco é composto somente por mulheres, seguindo à risca o estilo do dramaturgo. “Eu, por exemplo, irei interpretar um homem, pela primeira vez na vida, depois de vinte e cinco anos de carreira”, conta a atriz que interpreta Matos e Nestor no espetáculo.

A atriz explica que o grupo atua de forma itinerante dentro do próprio casarão da Rua XV em que a peça acontece. “A peça é dinâmica, o público anda pela casa acompanhando os personagens”, conta a atriz. Quanto à reação do público, Magna diz perceber pelos comentários que as pessoas acham a estratégia diferente. “Andamos pela rua, pela casa, pela garagem e o público acompanha tudo”.

Sobre a valorização da cultura, Magna diz que é difícil trabalhar com o teatro. “As pessoas não gostam de largar a novela ou o futebol para apreciar a cultura”. Segundo a atriz, mesmo com o preço acessível da peça, o público é sempre o mesmo. “São professores e estudantes interessados, com isso é difícil encher os espaços alugados. Realmente é um meio difícil, só fica quem ama”, completou.

Share

Lara Marangoni

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*