LAR BETEL PIRACICABA BEIRA A CAPACIDADE MÁXIMA

Dados parciais do balanço social, relativos ao Lar Betel Piracicaba em 2015, mostram que há um quadro de residentes composto por 91 idosos. A capacidade física máxima da instituição é de acolher até 100 abrigados.

Este número é menor em relação a 2014, cujo quadro de residentes apontado pelo balanço social era de 97 idosos. A diminuição ocorreu devido a eventuais perdas – seja por óbito ou retorno à família -, que são de 10 a 12 previstas por ano.

tabela

Para a administradora da instituição, Ivone Claudete Costa, os dados refletem o momento de envelhecimento populacional do Brasil. Tanto o crescimento da população de idosos quanto o aumento na longevidade são fatores que trazem desafio às políticas públicas do Estado.

Criação e funcionamento

O Lar Betel Piracicaba foi criado como uma instituição beneficente no ano de 1953, com o nome de “Serviço de Assistência Social Betel”. Ao adquirir personalidade jurídica, passou a se chamar “Associação de Assistência Social Betel”.

A instituição provém serviços de acolhimento, cuidados e assistência a idosos carentes, visando a longevidade e a qualidade de vida destas pessoas. Para tanto, há uma equipe de profissionais de diversas áreas (como fisioterapeutas, enfermeiros, médicos, assistentes sociais entre outros) envolvidas em todo o processo.

Há uma separação quanto ao grau de dependência dos idosos. A partir de uma avaliação médica – cognitiva e motora – são definidos os cuidados que eles precisarão. Também, em conjunto com seus familiares, são obtidas outras informações para que o idoso se adapte como residente.

lb
[Imagem cedida pelo Lar Betel Piracicaba]

Solidariedade

Costa afirma que as doações e parcerias de moradores, empresas e a Prefeitura de Piracicaba são importantes para a manutenção da entidade.

Há também outras formas de auxílio, como o trabalho voluntário. Médicos, cabeleireiros e outros profissionais colaboram para o desenvolvimento da autoestima e condições de vida dos idosos.

Segundo Costa, “o oferecimento de visitas para o conhecimento do trabalho realizado no Lar contribui para que as parcerias ocorram”. A assistente social Kellen Sabbadin completa: “esta é a marca da instituição: o acolhimento”.

A Universidade Metodista de Piracicaba também está em parceria com o Lar Betel. Durante o 7º Simpósio de Jornalismo da Unimep, evento que aconteceu em outubro em comemoração aos 35 anos do curso. Foram arrecadados litros de leite, doados ao Lar Betel.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*