Materiais em calçada causam transtorno em bairro de Limeira

terra calçada
Areia deixada sobre calçada do bairro Vila São Cristóvam, em Limeira (Foto: Rogério Rueda)

Uma grande quantidade de areia e terra de uma construção privada prejudicou os moradores da Rua Paraíba, localizada na Vila São Cristóvam, em Limeira. O proprietário do imóvel, que estaria realizando reparos na calçada, não retirou os materiais utilizados, impossibilitando a livre circulação de pedestres no local.

Para a dona de casa, Mariusa da Silva, 72, é importante que as pessoas não deixem materiais de construção nas calçadas. “Como essa rua é de descida, quando chove, a água desce com tanta velocidade que chega a entrar nas casas e leva tudo que está no caminho”, explica. Mariusa disse ainda que já havia entrado em contato com o proprietário, mas como ele não tomou nenhuma atitude, decidiu recorrer à Prefeitura.

Após a denúncia, a Secretaria Municipal de Transportes enviou fiscais ao local e, após a chegada dos servidores, a areia e a terra foram retiradas por um responsável pela obra. De acordo com a Secretaria, até o final do mês de agosto, cerca de 150 notificações haviam sido enviadas a proprietários de imóveis para retirada de materiais de construção de calçadas. Destes, apenas cinco se transformaram em autuações. Para fazer uma reclamação é necessário entrar em contato com o 156 da Prefeitura, que gerará um protocolo e formalizará a reclamação. A multa para o não cumprimento da notificação é de R$ 1.318.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*