SHOW COM MUITA MÚSICA NO ENCERRAMENTO DO 7º SIMPÓSIO DE JORNALISMO

Este ano, o curso de Jornalismo da Unimep, completou 35 anos. Uma idade que carrega histórias, em cada dia contado. Durante os dias 19, 20 e 22 de outubro, ocorreu o 7º simpósio do curso de Jornalismo da Unimep. Na sexta-feira (23), o show de fechamento do simpósio trouxe ao Teatro da Unimep, muita música e bom humor com Vladimir Catarino, que apresentou o espetáculo.

destaque

Elis Justi e Alexandre Bragion (Foto: Clayton Murillo)

Antes das cortinas se abrirem, uma rápida cena foi rodada, “Pescaria”, com os atores Antônio Chapéu e Carlos Jerônimo, do Grupo Andaime. Logo em seguida, as cortinas se abrem, e o show começa, ao som da voz da cantora Elis Justi, com o professor Alexandre Bragion no violino e no teclado o som ficou por conta de Junior Fondello. O trio trouxe sucessos de Shania Twain, Whitney Houston e Guns N’Roses.

“Eu fiquei muito feliz, me senti orgulhosa, a comemoração é nossa também. Principalmente por ter feito parte junto com um dos professores, uma pessoa que sempre admirei”, diz Elis que também é aluna do curso de Jornalismo.

“Participar desse show foi muito bacana. Achei a ideia uma grande iniciativa. Fiquei muito feliz em poder tocar e participar. Além disso, tive o imenso prazer de tocar ao lado da Elis, uma super diva! Foi bem legal” conta o professor Alexandre Bragion.

2

Vladimir Catarino (Foto: Clayton Murillo)

Após a apresentação do trio, foi a vez da banda Esboço trazer o Reggae e o MPB para o público presente. Com o Reggae presente no início da apresentação, o vocalista Luis Gaiotto, mostrou que tem swing com as músicas originais da banda. Por vezes de cada fim de apresentação, Vladimir Catarino, que apresentou o espetáculo, fazia seu show de stanp-up, uma das vezes que Vladimir surgia, o apresentador citou o bloco 8 da universidade. Sendo o bloco de comunicação da Unimep, dizendo: “Nosso bloco 8, é conhecido por quem nem é do bloco 8”.

A banda Mazzaropi Contra o Crime, em que o vocalista, Erich Vicente, comenta ser um prazer fazer parte do show, trouxe a música “Rio de Piracicaba”, como uma das músicas apresentadas pela banda, onde também, o grupo Baque Caipira, usou a música como capela junto a plateia presente no teatro. Ao agradecer os aplausos do público, Maicon Gonguê do grupo Baque Caipira, diz: “obrigado, pois bater palma, não é só encostar uma mão na outra”. O Rock and Roll ficou por conta da banda Royales, que tocou uma música que será lançada no próximo álbum da banda, tocou também “Baby” e “Oriente”.

No final, tivemos o hino do XV de Piracicaba, cantado ao som e nas vozes da Bateria da Torcida Uniformizada Esquadrão, junto aos professores Paulo Roberto Botão e ao Belarmino Cesar, que foram chamados pela bateria para ajudarem, a cantar, o hino do XV. O representante da bateria, aproveitou para agradecer ao Botão pelo convite e por sempre ter ajudado com as divulgações.

Share

Clayton Murillo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*