Nhô Quim sofre o primeiro revés no paulista Sub 15

por / 6 de junho de 2016 Esportes sem comentários


Jogando dentro de casa, o Nhô Quim foi dominado pela equipe da Ponte Preta que assumiu a liderança isolada do grupo

Jogadores disputam a bola no meio de campo ( Foto: Marcelo Uliana)

O XV de Piracicaba foi derrotado pela Ponte Preta por 3 a 1 na manhã deste sábado,7, no estádio Barão da Serra Negra e conheceu seu primeiro revés no campeonato Paulista sub 15. A partida foi válida pela 5ª rodada do estadual.

Invicto até então, os comandados do técnico Alexandre Torrezan, o Xandão, sofreram um gol logo aos dois minutos do primeiro tempo, após uma falha da defesa. O gol foi anotado por Vitinho.  No final da primeira etapa Rhyan, com um golaço por cobertura, empatou o jogo para o XV, mas no final do segundo tempo Igor Maduro e   Vitinho, novamente, decretaram a primeira derrota do Alvinegro na competição.

O jogo:

XV e Ponte Preta entraram em campo em busca da liderança do campeonato. O time de Campinas entrou no jogo com nove pontos, já o Nhô Quim começou a partida com oito pontos.

 Empurrado por cerca de 250 espectadores, o XV entrou em campo com o intuito de atacar desde o começo, porém, logo aos dois minutos de jogo, a Macaca abriu o marcador. Após a cobrança de falta do time campineiro, a zaga piracicabana bateu cabeça e Vitinho livre só empurrou para as redes. Depois do gol, o jogo ficou morno durante todo primeiro tempo.

Zagueiro Bruno afasta o perigo e põe a bola para escanteio. ( Foto: Marcelo Uliana

 O time mandante não criava uma oportunidade de gol, além disso, dava muitos chutões e com isso os visitantes mandavam no meio do campo, no entanto, pouco ameaçaram a zaga quinzista. Quando a partida caminhava para terminar em derrota o alvinegro piracicabano chegou ao empate graças a uma jogada individual de Ryan, que aos 26 minutos do primeiro deixou tudo igual.

Na volta do intervalo, Alexandre Torezzan, buscando a virada, fez três modificações: saíram Flavio, Pedro e João e entraram Ivan, Maycon e Mateus Petri. A intenção do treinador era ganhar o meio de campo para ter posse de bola e também ter mais criação, e assim consequentemente conseguir triunfar. No entanto, quando o XV era melhor na partida, aos 18 minutos a Ponte Preta chegou ao segundo gol anotado por Igor Maduro, que aproveitou a falha da defesa colocando sua equipe novamente a frente.

Com o gol sofrido, a equipe piracicabana se jogou ao ataque, porém sem objetividade, dando os contra-ataques para a equipe de Campinas. Foi assim que aos 27 minutos da etapa final que Vitinho fez o segundo gol dele na partida e deu números finais à partida.

Segundo o técnico Alexandre Torrezan a derrota serviu como lição para as próximas partidas para que não sejam cometidos os mesmos erros: “Contra equipes qualificadas não podemos errar e foi o que acabou acontecendo. Pecamos nos detalhes e, nesses momentos, eles souberam aproveitar para marcar os gols.  Acredito que essas falhas que vem ocorrendo acontecem pela idade dos garotos que ainda são jovens e ainda há muito trabalho para ser feito. Mesmo assim, acredito que o nosso time está em uma crescente e não jogou mal hoje. No primeiro tempo demos muitos chutões, tentei arrumar isso colocando os meias Maycon e Matheus Petri, infelizmente não deu certo. A Ponte Preta é uma grande equipe e sabíamos que teríamos dificuldades e qualquer resultado poderia acontecer”, disse o treinador.

Share

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*