Orgulho e nervosismo nos bastidores do novo Teatro

Raul Rozados e Carlos ABC momentos antes de entrar no palco - Foto: Laís Schiavolin

 Colaboração: Elisabete Alhadas e Laís Schiavolin

Em meio à correria entre uma apresentação e outra, Carlos ABC e Raul Rozados andam de um lado a outro. São sinais de nervosismo minutos antes de encenarem a primeira peça no novo Teatro Municipal de Piracicaba Erotídes de Campos, conhecido também como Teatro do Engenho.

A peça Diálogos de Época de autoria de ABC foi escrita especialmente para a inauguração. “Foi feita exclusivamente para a inauguração, é uma cena de 7 a 8 minutos que retrata sem ser de forma didática o engenho agora e na época do Barão de Rezende. Nós conversamos sobre essas diferenças”, disse Carlos ABC.
Nos bastidores, a dupla piracicabana procurava aquecer a voz e se alongar, como um modo de relaxar o corpo e a voz e entrar no personagem. “Eu faço exercícios respiratórios que visam controlar a ansiedade, não que ela desapareça, mas tentamos controlar a respiração”, afirmou Raul Rozados.

Raul Rozados e Carlos ABC alongando o corpo

Enquanto Rozados andava em frente ao camarim, ABC olhava a apresentação da Orquestra Sinfônica de Piracicaba e cruzava constantemente para o outro lado do palco. Nervosismo talvez?
Para os atores piracicabanos, encenar uma peça na inauguração do Teatro é uma responsabilidade e motivo de orgulho. “Estou nervoso, nós temos uma vida dedicada ao teatro e eu tenho um respeito muito grande pelo público e por esse espaço, estou realmente com um frio na barriga, mas orgulhoso por um lugar onde mais artistas podem se expressar”, disse Carlos ABC


Acabada a apresentação da Orquestra Sinfônica, os atores se dirigiram à frente do palco. Enquanto isso, atrás das cortinas o cenário ia se alterando para a apresentação da São Paulo Cia de Dança. O evento ainda contou com a apresentação de Ana Botafogo e Hélio Bejani. Logo após o fim do primeiro dia de inauguração do Teatro, Carlos ABC e Raul Rozados, presentearam o público que acompanhava o evento pelo telão, encenando a cena Diálogos de Época no lado de fora.

Share

Jéssica Rodrigues

Estudante do curso de Jornalismo da Unimep. jarsantos3@gmail.com

Um comentário em “Orgulho e nervosismo nos bastidores do novo Teatro

  • 17 de abril de 2012 em 22:03
    Permalink

    Muito boa a matéria Jéssica Rodrigues , temos que valorizar e divulgar a importancia do teatro na cidade…Viva a cultura

    Resposta

Deixe uma resposta para Daryane Marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*