Prefeitura aumenta o número de academias ao ar livre em Piracicaba

Post By RelatedRelated Post

Academia do Parque de Lazer Piracicamirim - Foto: Carol Ribeiro

Piracicaba tem 16 “Academias ao Ar Livre”, instaladas pela cidade. Os aparelhos para atividades destinadas a idosos estão presentes nos principais parques e locais públicos da cidade, com boa estrutura e aceitação do público alvo. A parceria entre a Prefeitura e a Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente) almeja criar outras seis academias até agosto e, até o final de 2012, a previsão é que cheguem a 22 instalações. Até o momento, foram investidos pouco mais de R$ 450.000 nas obras, segundo informação da Sedema.

Com os variados problemas de saúde que surgem no decorrer da idade, a população está cada vez mais atenta à necessidade da prática de exercícios físicos. Isso pôde ser observado pela reportagem do Sou Repórter, que passou por três das academias ao ar livre, constatando que a procura pelos aparelhos é constante.  As doenças do sistema nervoso, por exemplo, mataram 14 piracicabanos no ano de 2010, sendo quatro mulheres, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Além de movimentadas, as instalações do Parque da Rua do Porto, na Avenida Alidor Pecorari, e do Parque de Lazer do Piracicamirim, na Rua Jorge Zolhner, contam com um bom estado de conservação, apesar do uso elevado dos aparelhos. De acordo com o Departamento de Projetos e Obras da Sedema, a própria população avisa quando surgem problemas no local. “Há um telefone da Prefeitura que atende qualquer tipo de reclamação. Quando são observadas as degradações por vandalismo ou por intensidade de uso, os próprios moradores dos bairros entram em contato e pedem melhorias”, informou a Sedema.

Instalações na cidade de Piracicaba - Arquivo Sedema

A terceira academia visitada está instalada na Praça Padre Joaquim de P. Correa, na Rua Bolívia, também no bairro Piracicamirim. No momento em que a equipe esteve no local, nenhum idoso estava utilizando os aparelhos. Como nos outros casos, o ambiente está bem cuidado. Uma moradora da região desse mesmo bairro, Nair Paes da Silva, uma aposentada de 68 anos que se exercitava no Parque de Lazer do Piracicamirim, aderiu a ideia há 15 dias e gostaria que uma academia fosse instalada em uma praça em frente à sua residência. “Eu e meu marido tentamos vir aqui todos os dias, achamos muito bom. Se fosse construída mais próxima da minha casa, seria melhor ainda”, disse.

Os dados disponibilizados pela Sedema informam que as academias em andamento atenderão os bairros Perdizes, Vila Sônia, Alvorada/Sol Nascente, Parque Residencial Piracicaba, Terra Nova e o distrito de Ártemis. Ainda segundo a aposentada, que morava em uma cidade litorânea e fazia exercícios pela orla, a procura pelo espaço foi, principalmente, pelo lazer e para melhorar a saúde. “Eu sempre me exercitei na beira da praia, por isso tenho uma boa saúde. Faço exames regularmente e está tudo bem. Mesmo assim, não deixo de praticar exercícios. Eu nem sabia da existência dessas academias, descobri há 15 dias e adorei, não deixo de frequentar”, completou.

 

Share

Carol Ribeiro

Aluna de Jornalismo da UNIMEP

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*