Reforma no Centro Comunitário da Vila Rezende em Piracicaba

Toda quinta-feira o espaço recebe a feira - Foto: Caroline Castilho
Toda quinta-feira o espaço recebe a feira- Foto: Caroline Castilho

O Centro Comunitário da Vila Rezende em Piracicaba está passando por uma reforma. A obra que começou em julho é uma parceria da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Sema) com Centro Comunitário que também é conhecido como Varejão Municipal da Vila Rezende.

O presidente do Centro, Osmar Lopes, 61, explica que “a reforma realizada na cozinha está sendo paga com o dinheiro que temos em caixa. Um valor aproximado de 30 mil reais”. Já a ampliação do galpão está sendo financiada pela Sema. A Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou que “a nova construção trocará o piso de concreto, reformará o muro e também construirá uma área coberta mais ampla, garantindo à população e aos permissionários que estão no local semanalmente um maior conforto e um ambiente com temperatura mais amena, melhor ventilada e com maior economia de eletricidade.” Segundo a Assessoria de Imprensa, o valor da obra do novo galpão custará 130 mil reais e a data prevista de entrega é para a primeira quinzena de dezembro deste ano.”

A feira é uma das atividades oferecidas pelo Centro Comunitário - Foto: Caroline Castilho
A feira é uma das atividades oferecidas pelo Centro Comunitário – Foto: Caroline Castilho

Além do varejão que acontece toda quinta-feira, o espaço oferece diversas atividades para a 3ª idade e os jovens. “Nas noites de segundas e quartas-feiras acontece as aulas de Capoeira. Nas terças-feiras o grupo da Terceira Idade se encontra para reuniões e chás.”, explica Alzira Rodrigues Novais, 65, tesoureira do Centro. O local também é conhecido pelos bailes da Terceira Idade que acontecem todas as noites de sábado. Alzira também informa que após a reforma “as quintas-feiras serão destinadas às aulas de dança de salão”.

Iraci Pavan, 63, moradora do bairro há 50 anos, diz que “o espaço é bom para a Terceira Idade e para os jovens pelas atividades que são oferecidas. Poderia também oferecer ginástica para as pessoas de mais idade.”

Vera Lúcia Vieira Rodrigues, 52, acredita que após a reforma o espaço “ficará mais bonito e mais cômodo”. A diretoria também oferece o “local para eventos totalmente beneficentes que permitem aos moradores participarem e contribuírem com quem precisa de ajuda”, destaca Vera.

Infográfico

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*