São Pedro, a cidade ‘aposentada’

Post By RelatedRelated Post

Vista do Parque Maria Angélica da cidade de São Pedro

Vista do Parque Maria Angélica da cidade de São Pedro

 

Com aproximadamente 32 mil habitantes, São Pedro é apelidada por alguns jovens de “cidade aposentada”.  Sem nenhuma faculdade e com poucas oportunidades de emprego, a cidade que já foi considerada um dos maiores pontos turísticos do interior do estado de São Paulo é deixada para trás pelos jovens que buscam formação profissional e oportunidades de trabalho.

Sem empresas de grande porte, as vagas de trabalho acabam restritas ao comércio, formado por lojas em sua maioria familiares, ou seja, que oferecem poucas vagas de trabalho. “Trabalho na parte administrativa na loja dos meus pais e curso Administração na Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba). Quando terminar a faculdade, pretendo me mudar de cidade”, diz Pamêlla Patarello.

Raíza Peccioli, 19, se mudou recentemente para Piracicaba para trabalhar. ”Passei meses procurando emprego em São Pedro. Vim atrás de uma oportunidade de emprego aqui em Piracicaba e achei. Acabei me mudando para cá”. Raíza, assim como muitos jovens, deixam a cidade se queixando da falta de oportunidades. Mas o descontentamento com a falta de dinamismo da cidade não se limita aos mais jovens. “Moro aqui há mais de 50 anos e de uns 20 anos pra cá, a cidade está cada vez mais ‘parada’. Não temos nenhum tipo incentivo para continuar a morar aqui. Antigamente, toda semana vários turistas vinham para cá devido as cachoeiras e os eventos que aconteciam. Agora, turistas só aparecem em datas comemorativas”, diz Margarida Fogaça, 53.

Com apenas uma casa noturna, um clube e poucos restaurantes, moradores de São Pedro também reclamam da falta de opções de lazer. A equipe do Sourepórter tentou contato com a Prefeitura de São Pedro para conhecer os projetos para atração de empresas e para fomentar o turismo no município, mas não foi atendida.

 

Share

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*