Sobrepeso afeta jovens de Indaiatuba

Em um levantamento no Shopping Jaraguá, em Indaiatuba, 48% dos jovens avaliados por uma equipe de saúde estavam acima do peso ideal. A falta de atividades físicas aliadas às comidas gordurosas afetam a vida dos jovens. A Blitz da Saúde avaliou 430 pessoas durante o dia 03 de setembro de 2011. 205 eram adolescentes.

Blitz da saúde acontecendo no shopping Jaraguá - Foto: Bruno Costa .

“O sobrepeso está atingindo a população de  Indaiatuba,principalmente os jovens de 12 a 18 anos,tendo o seu peso muito elevado para a idade deles’’, conta a nutricionista Ilza Mara Sales Dias. De acordo com o livro Sobrepeso Emocional, de Clarget Sthephane, “o sobrepeso representa apenas um risco do indivíduo tornar-se obeso, já a obesidade traz prejuízos à saúde. “Quando a obesidade ocorre na infância, isso  se torna ainda mais sério, pois é nesse período e no  início da adolescência que o número de células adiposas do ser humano são definidas,e acabam engordando se não forem bem tratadas. A obesidade pode ocasionar muitas doenças como câncer, diabetes, artrite e hipertensão.

Passaram pela Blitz da Saúde crianças, idosos, adolescentes e adultos que receberão medição de pressão arterial, cálculos de Imc (índice de massa corpórea), orientações de nutricionista e cuidados com o corpo. Os jovens receberam orientações sobre o que fazer a partir do problema apresentado e como se cuidar para manter uma vida saudável. “Grande massa da população não conhece a  importância de verificar a pressão e massa corporal ,e isso é importante para todos.’’ disse, Arildo Silva de Souza, auxiliar de enfermagem da Fiec (Fundação Indaiatuba de Educação)

Ainda segundo Arildo, “quando é sobrepeso mandamos procurar  um profissional da área [nutrição], para ser orientado para fazer exercícios físicos e ter uma boa alimentação, e quando o problema for hipertensão, procurar um profissional da saúde.’’

O auxiliar de enfermagem Arildo Souza orienta sobre cuidados com a saúde

Para a nutricionista Ilza Mara, uma alimentação sauadável, com frutas, verduras e legumes, é o que falta no prato dos indaiatubanos e a prática de exercícios físicos para um vida mais saudável. “Se alimentar não é só um satisfazer, é se alimentar com mais  saúde e comer alimentos saudáveis’’, disse.
A estudante, Carolina Kia Takada, comentou que é “é importante o evento para as pessoas terem noção de como está a saúde, e para ver se está tudo certo”.

Share

Cris Dani

Aluna do curso de Jornalismo na Unimep,cursando o segundo semestre. E-mail:cris-daniele@hotmail.com No momento tambem sou modelo fotografico,adoro me divertir,sair para baladas. Curto viajar e dancar,e gosto muito de ouvir sertanejo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*