Festival Curau promove rota negra em Piracicaba

Realizada no último sábado (14), a rota negra foi uma das programações do Festival Curau, que acontece anualmente com o intuito de ressaltar a importância da história da população negra da cidade. O tour, que percorreu diversos pontos históricos do município e foi conduzido pela guia de turismo nacional Julia Madera, reuniu cerca de 30 pessoas.

A primeira parada do percurso foi a Praça José Bonifácio, instalada em 1872, com o antigo Pelourinho – local onde os escravizados eram torturados e que indicava a emancipação política. O segundo ponto visitado foi a atual Escola Estadual Moraes Barros, local onde abrigava o antigo cemitério dos escravos negros. A Igreja de São Benedito, que foi construída pela irmandade dos homens pretos e mudou de nome de Nossa Senhora do Rosário para São Benedito por volta de 1889, foi a terceira parada da rota, que prosseguiu até o Parque do Engenho Central, no qual os participantes tiveram a oportunidade de admirar a escultura de André Ferreira Santos, conhecido como “Dr. Preto” – um médico negro que marcou a vida da cidade e conhecer mais sobre a sua importante trajetória. A rota teve como ponto final o Centro de Documentação, Cultura e Politica Negra, um espaço que abriga documentos e ajuda na preservação da cultura negra da cidade, além de atuar no combate ao racismo.

“Roda de conversa do Rota Negra” – Foto: Juliana Fuzato

Sabrina Franzol participou pela primeira vez e mostrou-se empolgada com o percurso. “ É interessante saber que há locais da cidade onde temos uma forte presença negra desde muito tempo atrás”, ressaltou a jornalista ao compartilhar a sua experiência. Para Andressa Santos, que já participou de outras edições, eventos desse gênero são de extrema importância para a conscientização da sociedade como um todo. “Percebi o quanto as questões históricas da negritude ainda estão escondidas e invisibilizadas”, completou a também jornalista, que afirmou que a rota negra ficará em sua memória como um momento marcante e especial.

Para mais informações, acesse o link no Youtube para acompanhar na íntegra como foi a programação: https://www.youtube.com/watch?v=Q2Pv-C6nG58

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*