Zona leste sofre com tráfego intenso em horários de pico

O aumento do número de veículos nas ruas de Piracicaba tem provocado congestionamentos entre o Centro e a Zona Leste, decorrente da quantidade de famílias que tem se mudado para áreas afastadas da cidade. As avenidas Dois Córregos, Dr. Cássio Pascoal Padovani, Rio das Pedras e Piracicamirim, são as responsáveis por ligar as duas regiões e em horários de pico ficam sobrecarregadas.

 

Avenida Pádua Dias às 7h20: trânsito parado - Foto: Lucas Jacinto

Apenas na extensão da avenida Dois Córregos, que cruza os bairros Morumbi, Noiva da Colina, Parque Prezoto e Jardim Novo Iguaçú, é possível encontrar 4 novos condomínios. E parte dos  condôminos têm emprego na região central.

Na avenida Piracicamirim ocorre o encontro de todos esses veículos antes de serem distribuídos entre as avenidas Dois Córregos, Dr. Cássio Pascoal Padovani e Rio das Pedras – vias de acesso à zona leste. “ Em horário de pico o trânsito aqui é horrível, já vi acidente com motoqueiro, porque eles têm que cortar tudo mesmo, se não, acabam ficando presos no trânsito igual aos carros. Acho que isso se deve ao aumento do número de moradores nesta região”, queixou-se Marcos, gerente de loja na avenida Piracicamirim.

José Adão Ribeiro, motoboy há 8 anos, diz que hoje em dia a procura por mototaxistas tem aumentado, porque com a moto é possível cortar o trânsito pelos corredores das avenidas. “ Já perdi amigos que trabalhavam com moto, devido a acidente de trânsito e quanto mais a cidade crescer, sem o amparo da prefeitura em relação ao trânsito, mais pessoas vão procurar por esta forma de se locomover, o que pode ser bem perigoso, tendo em vista a má formação dos condutores e as situações extremas em que somos colocados em horários de pico.”

Segundo o Departamento de Trânsito de São Paulo ( Detran-SP), hoje em Piracicaba existem 253.616 veículos licenciados para uma população de 364.571 pessoas,  uma proporção de um veículo para cada 1,4 pessoa. A redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) desde maio tem colaborado para que mais pessoas comprem veículos em todo o país.

A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que o secretário Paulo Prates acredita que os problemas no trânsito tendem a ser amenizados gradativamentedesde com a criação do Ciet (Centro Infantil de Educação Para o Trânsito). O Ciet busca educar crianças e adolescentes, como uma tentativa de fazer com que no futuro o trânsito seja melhor, principalmente com o respeito dos motoristas às regras e ao CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

Obras realizadas

Em 2010, foram realizadas obras para a duplicação da avenida Rio Das Pedras, que parte do cruzamento entre a avenida Professor Alberto Vollet Sachs e Piracicamirim, e cruza os bairros Parque Prezoto, Alvoarada, Sol Nascente e Pompeia. Ainda que a obra tenha sido realizada com o intuito de amenizar os problemas com o trânsito desta região, a obra teve impacto negativo junto à opinião pública, pelo fato de ter afetado uma área de preservação ambiental, e desviado o curso do manancial que percorre aquele trecho.

Alberto Vollet Sachs
Avenida Professor Alberto Vollet Sachs - Foto: Lucas Jacinto

Sem rota alternativa

Uma forma de acesso rápido, que até recentemente colaborava com os motoristas para o acesso ao centro partindo da zona leste, é a rodovia Luiz de Queiroz, que termina na avenida Pádua Dias, que dá acesso as avenidas Independência, Carlos Botelho e Centenário. Mas hoje, o motorista que escolhe esse trajeto, encontra uma confusão de veículos no balão com a rodovia e a Independência.

Avenida Dois Córregos - Foto: Lucas Jacinto

 

Lucas Jacinto

Share

lucasjacinto

Estudante de jornalismo, aprendiz de mídia livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*