Projeto de futebol feminino é aprovado em entidade de Piracicaba

Post By RelatedRelated Post

A Casa do Amor Fraterno prepara novo projeto para o final de 2011 - Foto: Carol Ribeiro

A Casa do Amor Fraterno (CAF) se prepara para iniciar seu mais novo projeto: a única entidade que auxilia famílias carentes da cidade, a realizar o treinamento de futebol feminino. O objetivo é produzir um trabalho bem significativo, em que as garotas possam representar a cidade em diversos campeonatos. A CAF pretende atender aproximadamente 40 meninas, duas vezes por semana, com treinos no período da manhã.

O treinador de futebol João José Fuzato, mais conhecido como “Zito”, que trabalhava com equipes masculinas no XV de Piracicaba, foi quem apresentou interesse pelo projeto. “Sugeri que fosse feito um núcleo em vários bairros da cidade, junto com o XV, mas não deu certo devido a alguns problemas internos. Então apresentei a idéia à Prefeitura, que apoiou o convênio com a CAF.” A realização do projeto conta com a parceria da Prefeitura.

O programa já foi aprovado pela Secretaria de Esportes e durante a reunião do dia 14 de setembro, a Prefeitura e os organizadores definiriam se as aulas iniciam ainda neste ano ou em janeiro de 2012. Os treinos serão realizados no campo de futebol do bairro Novo Horizonte, que foi construído pela Prefeitura e, atualmente, mantém parceria com a CAF. Poderão participar meninas com idade entre 12 e 16 anos, divididas em equipes (de 12 a 14 e de 14 aos 16) para os treinos e jogos.

Segundo Elenice Miranda D’Abronzo, administradora de empresas e presidente da Casa do Amor Fraterno, essa é a primeira vez que a entidade trabalha nesse formato de Convênio. “Nunca fizemos isso com a Prefeitura. Praticamente estamos tendo também nossa primeira experiência com um trabalho assim. O Zito nos procurou para que ele pudesse através da CAF, conseguir o convênio com a Secretaria de Esportes, já que ele estava desenvolvendo um trabalho de futebol com os meninos lá no bairro.”

Após a divulgação do contrato, será necessária a ajuda de mais voluntários para auxílio nos treinos. “Já trabalho com aproximadamente 200 crianças. Quando estiver tudo definido para começar, vou precisar de mais alguém para me ajudar, até como preparador físico. Tudo depende do que ficar decidido na reunião”, afirma Zito.

Para fazer parte da Casa, basta ter disponibilidade para se deslocar até o bairro Novo Horizonte e querer desenvolver um projeto próprio ou inserir-se nos já existentes. “A CAF trabalha e deixa seu voluntário com muita liberdade de ação, dando a ele a total responsabilidade daquilo que se propôs a fazer”, ressalta a presidente Elenice.
Mais informações estão disponíveis no site da CAF , pelo telefone (19) 3434-3366 ou na sede, rua João Zílio, 278 – Novo Horizonte.

Fotos: Carol Ribeiro
Share

Carol Ribeiro

Aluna de Jornalismo da UNIMEP

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*