Capivari é 30º melhor cidade de pequno porte no país e traz visibilidade à região

Em pesquisa publicada pela Revista Isto é!, a cidade de Capivari na região de Piracicaba conquistou o feito de estar entre as 30 melhores cidades de pequeno porte para se habitar no país. Em comparações com aproximadamente 5000 outros municípios ao longo do país, a conquista é atribuída as recentes evoluções estruturais do município em relação as cidades vizinhas da mesma condição.

Com o 30º lugar nas pesquisas publicadas na revista ‘Isto é!’, a cidade derruba todas as especulações e polêmicas que foram geradas, com um ótimo desenvolvimento recente. Deixando para trás cidades vizinhas como Monte Mor, Rafard, Elias Fausto, Porto Feliz e entre outros, a “Terra dos Poetas” como é chamada, se classificou na posição 363 no ranking geral mediante aos mesmos critérios.

A história da evolução recente do município têm seu início em maio de 2011; a Santa Casa de misericórdia da cidade se viu obrigada a fechar as portas de sua unidade de terapia intensiva (UTI). Por não terem maquinário e infraestrutura suficiente para atender os necessitados, os enfermos eram transferidos às cidades vizinhas, como método alternativo ao problema que parecia ser temporário. Entretanto, muitas pessoas morreram neste processo que acarretou em várias manifestações na cidade, marcando então o início.

Um ano e meio depois o problema foi resolvido, a prefeitura da cidade liberou R$100 mil para reforma da unidade e tudo aparentava estar solucionado até tal data. Mas um empréstimo do Governo estadual destinado a cidade do interior, gerou algumas dúvidas. O valor de 10 milhões de reais que chegou aos cofres da cidade em 2013, 5 milhões deverão ser devolvidos em até 72 meses com carência de um ano em relação à parcela inicial e também com juros de 8% ao ano.

Posto de Saúde marcou início das mudanças em 2011

Posto de Saúde marcou início das mudanças em 2011

Questionado, o prefeito da cidade Rodrigo Abdala Proença exibiu as construções destinadas as áreas da saúde e desenvolvimento social, que houveram no município ao longo dos 5 anos. Mesmo com a Arena Poliesportiva tendo sido pouco usada, é fato que isso causou melhorias no IDH da cidade em um prazo relativamente curto.

Os dados orçamentais disponibilizados pelo site da Prefeitura de Capivari, não mostram desigualdade nos dados referentes à área da saúde, ou a qualquer outra. Do orçamento do Fundo Municipal da Saúde (FMS) previsto para 2015, mais de 80% do valor previsto já foi executado e, em termos estatísticos, o atual ano é o período com maior orçamento na área desde 2011, assim refutando isoladas acusações de possíveis desigualdades no financiamento.

Rodoviária inaugurada em 2014, também foi significativa

Rodoviária inaugurada em 2014, também foi significativa

Dentre as obras mencionadas, foi dado atenção principalmente ao laboratório de análises clínicas que de acordo com dados disponibilizados pela prefeitura, receberão um número de 12 mil exames fazendo jus ao investimento de R$221.094,64 que ajudará muito no processo de desconcentração do posto central. E também a construção de uma Unidade Básica de Saúde no bairro Jd. Santa Rita de Cássia, que simboliza muito bem a situação, pois ajuda muito a atender a população do bairro mais afastado da cidade.

Unidade básica do bairro Santa Rita marcou o início de construções na saúde a 4 anos atrás.

No setor social, obra que foi um “divisor de águas” para a conquista, foi a construção da Rodoviária da cidade, que fez com que a cidade conseguisse um terminal descente para seu transporte público.

Logo a conquista deste município que faz parte do top 30 dentre quase 5000 mil cidades avaliadas, mostra o desenvolvimento da região do estado que poderá também ser uma influência de Piracicaba, por ser a grande cidade dessa microrregião.

Share

DEIXE UM COMENTÁRIO

Email (will not be published)

*