Lançamento do livro “Frieza Burguesa e Educação” no Brasil, de Andreas Gruschka

foto 1
Andreas Gruschka, Antônio Zuin, Rita Vilela. Foto: Tainá Oliveira

O lançamento do livro “Frieza Burguesa e Educação” ocorreu dia 4 de setembro, na Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), com a presença do autor do livro, Andreas Gruschka, e dos tradutores, Rita Vilela e Antônio Zuin.

Gruschka é um sociólogo alemão que discute criticamente a educação em seu país. O livro foi escrito em 1992 e 1993, época em que Gruschka era membro de um grupo de estudos avançados sobre educação, sediado em Berlim.

Rita Vilela e Antônio Zuin, responsáveis pela tradução do livro no Brasil, fazem parte do “Grupo de Pesquisa Teoria Crítica e Educação”. Rita conta que a responsabilidade é grande, pois como é uma pesquisadora na área de educação, ela admira muito o autor. Mas diz que a experiência foi muito boa e que eles pretendem traduzir mais livros de Gruschka.

Segundo Rita, a essência do livro nos mostra como a indiferença é construída; em que a frieza burguesa repercute na pedagogia e como a idealização da prática errada contribui para que os educadores não tomem consciência da produção da frieza da educação.

“Lançar um livro no Brasil, foi uma grande ideia das pessoas que recomendaram. Tenho um agradecimento profundo pelos tradutores”, declara Andreas Gruschka.

foto 2
Exposição do livro. Foto: Tainá Oliveira
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*