Terreno abandonado oferece riscos à população

Em uma das principais Avenidas de Piracicaba, a 31 de Março, encontra-se um terreno particular abandonado. Nele há lixos orgânicos e inorgânicos que poluem a área, além de entulhos e objetos cortantes que oferecem riscos a população.

Segundo Kleber, proprietário de um comércio ao lado, que forneceu apenas o primeiro nome, o terreno está abandonado há cerca de oito anos e que há muito tempo vem acumulando lixo. Já Paula (também não forneceu sobrenome), vizinha dos fundos, percebeu a constante passagem de usuários de drogas pelo local. O fundo do terreno passa ao lado de sua casa, causando insegurança.
Explicações foram pedidas para o Secretário do meio ambiente, Francisco Rogério Vidal, porém até a presente data não houve resposta.

Lixo acumulado em frente ao terreno                                      Por: Laís Schiavolin

     Enquanto a população espera por ações, o lixo acumula água das chuvas e serve de alimento e abrigo para  insetos, ratos, e pequenos animais como o caramujo. Segundo o site do Cremesp (Conselho Regional de Saúde de São Paulo), podem transmitir doenças sérias quando houver contato com humanos. As doenças são: dengue(pela picada do mosquito Aedes Aegipty), leptospirose (urina do rato contaminado) e Esquistossomose (contato com o caramujo infectado.  Além do risco de contrair tétano que é facilmente adquirido quando há contato dos esporos do Clostridium tetani, localizados principalmente em objetos metálicos e enferrujados, com ferimentos expostos.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*